26/08/2020 17h36

Agerh e Secti fazem parceria para uso do Centro de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento (Cpid)

Coordenação de Hidrologia, Informação e Pesquisa da Agerh já está trabalhando no local.

Nesta quarta-feira (26), a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) e a Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) fizeram uma visita técnica às instalações do Centro de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento (Cpid), para conhecer os locais onde a equipe da Coordenação de Hidrologia, Informação e Pesquisa (Cohip) da Agerh está trabalhando, desde o último dia 10 de agosto.

Por meio de uma parceria institucional, a Secti cedeu espaços do Centro para que os nove servidores da Agerh, lotados na Cohip, desenvolvam os trabalhos relacionados ao monitoramento quali-quantitativo das águas superficiais do Espírito Santo. A coordenação estuda o comportamento da precipitação pluviométrica e dos cursos de água, os índices de qualidade da mesma e ainda analisa os dados gerados destes monitoramentos para transformá-los em informação para a população.

Dentro da Cohip está também a Sala de Situação da Agerh, que tem entre suas atribuições a análise técnica dos dados quantitativos coletados em campo, validando e gerando informações que vão desde um alerta para possível necessidade de racionamento devido à escassez hídrica até um alerta de cheia, devido a grandes volumes de chuvas.

A mudança para o Cpid permite que a equipe faça, com mais segurança, a manutenção dos equipamentos de medição de chuva e vazão, antes de levá-los para o campo, e também volte a utilizar o laboratório (Lacar - Laboratório de caracterização física, química e microbiológica) para análises da qualidade da água dos rios.

Durante a visita, o diretor-presidente da Agerh, Fábio Ahnert, agradeceu a oportunidade de agregar a força de trabalho da Agência ao centro de pesquisa. “Certamente, teremos um ganho de qualidade e uma grande possibilidade de ampliação do monitoramento da qualidade da água no Estado, com novos parâmetros e mais credibilidade em termos de análises laboratoriais e outras pesquisas na área de recursos hídricos”, disse.

A secretária de Estado da Ciência e Tecnologia, Cristina Engel, também participou da visita e destacou a importância da união entre os órgãos nas entregas do Governo do Estado para a população. “O que nós temos trabalhado na secretaria é justamente fazer a conexão entre o conhecimento produzido pela academia e a sociedade. E a Agerh funciona como um meio termo nesse processo. Existem os laboratórios amplamente equipados, com pessoal capacitado e que tem um grande potencial de pesquisa no Cpid e, ao mesmo tempo, a Agência possui a demanda de alguns trabalhos e tem um potencial também para desenvolver mais pesquisas e produzir mais dados. Então, essa associação da Agerh com os laboratórios do Cpid vai possibilitar que a gente tenha mais entregas diretamente relacionadas às demandas da sociedade”, afirmou a secretária.  

O Cpid 

O Centro de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento é uma entrega do Governo do Estado para as comunidades científica e empresarial capixabas, que visa a atuar como um espaço de apoio à inovação. É um ambiente para o desenvolvimento de pesquisas e parcerias estratégicas na área.

A estrutura do Cpid conta com uma área administrativa e com uma área técnica, onde foram implantados sete laboratórios para a realização de pesquisas científicas e projetos de desenvolvimento tecnológico. São eles: 

  • Laboratório de caracterização física, química e microbiológica – Lacar;
  • Núcleo de informações sobre água e desenvolvimento regional – Niades;
  • Implantação de pesquisa e implementação de técnicas avançadas de diagnóstico e controle aplicados a processos industriais do Espírito Santo – INDControl;
  • Laboratório de ensaios não-destrutivos – Labenden;
  • Laboratório de sistemas eletrônicos embarcados – Elem;
  • Implantação do núcleo de planejamento e análise do desempenho para redes multimídia: aplicação no contexto de cidades digitais – Cidig.

Atualmente, são desenvolvidos 13 projetos de pesquisa, envolvendo mestrandos, doutorandos e professores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) em úteis trabalhos no espaço, que têm como objetivo promover a ciência, a tecnologia e a inovação para a implantação de ações estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Espírito Santo.

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação da Agerh

Francine Leite

(27) 3347-6207|99935-0085

asscom@agerh.es.gov.br / es.agerh@gmail.com

 

Assessoria de Comunicação da Secti

Samantha Nepomuceno

(27) 3636-1822 / (27) 3636-1819

samantha.goncalves@secti.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard